Plataforma Africana analisa cinco anos de governação em Angola

A Plataforma Africana “Agenda 2063” vai organizar o Iº Fórum Agenda 2063, na próxima quarta-feira, 21, no auditório das Irmãs Paulinas, em Luanda.

O tema escolhido para o lançamento do fórum é “O Impacto do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018 – 2022” e vai juntar especialistas angolanos, entidades governamentais, embaixadores, empresários e demais convidados.

A iniciativa visa analisar a repercussão directa e indirecta do Plano de Desenvolvimento Nacional dos últimos cinco anos na vida dos angolanos e africanos residentes em Angola, apontar os maiores desafios que contribuíram para o impedimento da sua efectiva implementação e indicar caminhos para uma melhor planificação das acções para o desenvolvimento sustentável do país.

De acordo com o Secretário Executivo da Plaraforma Africana Agenda 2063, Américo de Jesus Valentim Vaz, entre as várias formas encontradas para se obter respostas práticas dos problemas que afectam o nosso país e o continente, podemos destacar a análise, discussão e recomendações de iniciativas que congregam todas as forças vivas da Nação.

“Vamos procurar perceber melhor as falhas que estiveram na base da não implementação das políticas e contornarmos todas as dificuldades possíveis”, frisou Américo de Jesus Valentim Vaz, acrescentando que os principais enfoques de análise serão as políticas de Educação, Ensino Superior, Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Saúde, Assistência e Protecção Social, Habitação, Cultura e Desporto.

SOBRE A PAA2063

A Plataforma Africana “Agenda 2063” (PAA2063) é uma networking de intercâmbio e conexão de jovens, com a finalidade de criar uma rede para o desenvolvimento sustentável do continente, cuja criação baseou-se no reconhecimento e na necessidade imperiosa de uma plataforma de jovens, para partilha de conhecimentos e ideias. Por conseguinte, influenciados pelas sete 7 aspirações da Agenda 2063, da União Africana.

Os jovens africanos, uniram-se por via desta iniciativa impactante com nobre propósito de trabalhar como actores e promotores da Agenda 2063, NEPAD, ZCLCA e do PIDA, bem como do desenvolvimento sustentável, através de acções que impactem à juventude.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
_____________________________________________________________________________________________

APOIE E AJUDE ESSE PROJECTO COMUNITÁRIO

O jornalismo comunitário é um jornalismo feito na Comunidade, pela Comunidade e para a Comunidade sem fins lucrativos e, por amor a camisola. Apoie esse projecto cidadão que existe em Angola desde 2004, com o lançamento do 1º jornal impresso no município do Cazenga.

Conta BFA: 0027.1970.4830.001

IBAN BFA: AO06.0006.0000.2719.7048.3018.9

Envie o seu comprovativo via WhatsApp para o terminal +244 923 876 938.

O ECOS DO HENDA e a Comunidade agradecem o seu gesto de benfeitoria e solidário.

Compartilhar

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *